Porquê? Why?

Há histórias que têm que ser contadas.
Há exemplos que têm que ser seguidos.
Há personagens que têm que ser desvendadas.
E nós merecemos um jornalismo diferente que nos mostre que ainda vale a pena.



29/01/08

Massacre nas Galápagos


Péssimas notícias no Paraíso. Esta semana foram massacrados 53 leões marinhos nas Ilhas Galápagos, Equador, um dos mais extraordinários pontos deste planeta. As ilhas foram o primeiro local a ser designado de Património Mundial pela UNESCO e esta notícia, lida na edição online da BBC, não deixa de chocar. Foram 13 crias, 25 bebés, nove machos e seis fémeas a serem massacrados com golpes violentos na cabeça, fazendo com que os seus crânios tivessem sido esmagados e empurrados para dentro. A visão é horrível, mas é necessária para se entender a brutalidade do acto. Estive nas Ilhas Galápagos em 2005 e, até hoje, não conheci lugar igual no mundo, onde Homem e Animal vivessem tão bem em conjunto. A imagem que acompanha este post é o mais claro exemplo disso. A praia, 1000 quilómetros para dentro do Oceano Pacífico estava deserta de humanos. Respeitámos o espaço dos leões marinhos, levámos apenas os calções de banho e uma garrafa com água. Ali passei um dos melhores dias da minha vida, todos deitados ao sol e não consigo imaginar razões para tal massacre. As autoridades equatorianas também não, mas procuram os culpados. Os leões marinhos não têm predadores naturais e relacionam-se de forma saudável com os humanos. A partir de agora, e com tristes acontecimentos como este, talvez comecem a deixar de ser tão amigáveis para quem visita as míticas ilhas a partir das quais Charles Darwin se inspirou para a teoria da selecção natural. Toda a história em http://news.bbc.co.uk/1/hi/world/americas/7214860.stm

Sea lions massacred in Galapagos

Ecuadorean officials are investigating the slaughter of 53 sea lions from the Galapagos Islands nature reserve, which were found with their heads caved in. The dead animals included 13 pups, 25 youngsters, nine males and six females. The animals were found in a state of decomposition on Pinta island, part of the archipelago which lies about 1,000km (600 miles) off the coast of Ecuador in the Pacific Ocean. The Galapagos sea lions have no natural predators on land and generally do not fear humans.
From BBC - http://news.bbc.co.uk/2/hi/americas/7214860.stm

3 comentários:

João disse...

é muito triste o q o homem anda a fazer no planeta!!

consegue ser tão cruel e inrracional!!

puta q nos pariu!!!

João disse...

irracional, assim é q é!

Ricardo Santos disse...

Nem mais!
É isso mesmo João. E estamos todos de braços cruzados.
Gracias