Porquê? Why?

Há histórias que têm que ser contadas.
Há exemplos que têm que ser seguidos.
Há personagens que têm que ser desvendadas.
E nós merecemos um jornalismo diferente que nos mostre que ainda vale a pena.



19/08/09

Excelente notícia

É para isto que vive o Jornalismo Positivo.

Leio esta notícia no Diário Digital e só posso ficar contente:

"Chile: Nasce diário virtual que só dá boas notícias

Em tempo de crise, recessão e alterações climáticas, dois irmãos chilenos decidiram apostar no optimismo e criar o jornal digital El Buen Diario, o primeiro neste suporte na América Latina a publicar apenas boas notícias.

Em declarações à agência noticiosa EFE, os irmãos Sebastián e Cristóbal Díaz de Valdés afirmaram que a crise nos meios de comunicação se deve aos conteúdos divulgados, que dão uma «visão muito negativa» da actualidade.

Assim, Sebastián, que é psicólogo, e Cristóbal, que é comunicador social, uniram-se para combater «uma crescente insatisfação com os meios tradicionais» e para propor uma ferramenta baseada nas experiências positivas que o primeiro viveu com os seus pacientes na clínica onde trabalhava."

Não percam!

http://www.elbuendiario.cl/

4 comentários:

sebastian disse...

muito brigado Ricardo

Eu estou maravilhado com tudo que aconteceu. E muito gostoso com El Buen Diario.

Pronto va a tener uma version en portugueise, muito melhor que meu portugueise ajajajajj

Um abrazo e bom deseos em tudo

Sebastián Díaz de Valdés

Ricardo Santos disse...

Compañero Sebastián,

que honor de tener tu comentario en mi blog. Te deseo el mejor para El Buen Diario. Voy a seguirlo todos los dias.

Muchissimas gracias

Un abrazo

Ric

sebastian disse...

El honor es mío que haya publicado la noticia en su blog (que está muuuy bueno).

Por lo menos su español es mucho mejor que mi portugues jajajajaja

Abrazos y buenos deseos en todo!!

Ricardo Santos disse...

Muchas gracias, Sebastián!
Vamos a mantener la comunicación, El Buen Diario tendrá que llegar mas lejos. Es un buenissimo ejemplo para los media del siglo XXI.